Saborea Té Y Café: O chá

Saborea Té Y Café: O chá
Foto por Kaboompics .com em Pexels.com

Qual é o seu chá Saborea?

Por: Priscila Gorzoni

Foto por Olenka Sergienko em Pexels.com

No Brasil

No Brasil existem algumas variedades conhecidas do chá, entre elas estão a chinesa, que é uma planta de alta resistência, mas de baixo rendimento. A assâmica, alta fornecedora de brotos, utilizados para a produção de chá e a boheia sem importância para o cultivo.

O tamanho da planta varia de acordo com as diferentes variedades, mas em estado selvagem podem atingir até 10 metros de altura.

Foto por fotografierende em Pexels.com
Foto por NIKOLAY OSMACHKO em Pexels.com
Foto por Pixabay em Pexels.com

O chá verde

Ele é bem conhecido, e cultivado exclusivamente na China e Japão. Caracteriza-se por uma cor ligeiramente amarela com um sabor suave e delicado. É uma variedade que contém pouca teína e usado especialmente para fins medicinais. Sua colheita é bem simples, espalha-se uma camada fina de folhas verdes frescas recém colhidas sobre bandejas de bambu, deixam as expostas ao sol ou ar quente durante 1 ou 2 horas. Colocam-se depois as folhas, pouco a pouco, em recipientes quentes de ferro. Em seguida retiram-se rápida e manualmente, para amolecer as folhas e iniciar a evaporação desta umidade que naturalmente se encontra dentro da folha.

Foto por Hasan Albari em Pexels.com

O chá preto

China e Índia são as principais fontes, mas também se pode encontrar plantações deste chá em outros continentes, como a África. É a variedade de chá que tem mais teína e é caracterizada com sabor mais intenso. É considerado ideal para começar o dia, graças ao seu efeito estimulante, que melhora o desempenho em tarefas cognitivas simples e respostas comportamentais.

Todos os chás são colhidos manualmente, este processo tão trabalhoso só é feito para chás de alta qualidade. Uma vez apanhadas as folhas são oxidados sob temperatura e humidade controladas. É neste processo de oxidação que se determina a qualidade do chá. Depois as folhas são secas para parar esse processo de oxidação.

Um chá para chamar de seu

Existem vários tipos de chás, que são consumidos mundialmente. Cada um tem sua origem em localidades diferentes, apresenta características e personalidades distintas. Você sabe quais são os tipos de chás que a Saborea Té Y Café oferece?

Existem duas variedades do chá, uma é a chinesa que atinge de 1 a 1,5 metros de altura, folhas mais estreitas. A outra é a da Índia, que pode alcançar até 7 metros e folhas mais largas.

As folhas terminais dos jovens brotos são as que dão o chá de melhor qualidade, embora apenas quatro desse tipo podem ser colhidas por cada broto. A colheita costuma ser feita manualmente, em cada sete ou 14 dias e vem se tronando cada vez mais mecanizada.

As folhas são colocadas no vapor, enroladas e secadas rapidamente para produzir o chá verde. A melhor condição para obter qualidade do chá é recolher as folhas ainda novas, além disso o clima, solo e região influenciam. Quando recolhidas as folhas são levadas a fábrica para o processo de beneficiamento e tanto o chá preto como o verde, são produzidos pela mesma planta.

No entanto para obter o preto, as folhas são submetidas a um processo de fermentação e adquirem um tom escuro.

Na produção do chá verde, as folhas secas à vapor e enroladas antes da secagem final, o que impede a sua fermentação.

O chá verde depois de preparado, é um liquido mais pálido e as folhas umedecidas permanecem inteiras.

Para se obter o chá preto, as folhas são inicialmente postas à sombra em uma temperatura de 25 a 30 graus durante 10 a 15 minutos. Em seguida elas são quebradas e picadas em uma máquina, expostas ao ar em atmosfera úmida por 4 horas para fermentar.

Finalmente, as folhas picadas e fermentadas passam lentamente por uma câmara de ar quente, onde toda a umidade evapora e as folhas adquirem a tonalidade escura de chá preto.

O chá do tipo “oolong”é semi-verde ou semi-fermentado e segue o mesmo processo do preto, no entanto o tempo de fermentação é cortado pela metade. Outros chás finos são perfumados com o jasmim. Geralmente os chás comerciais possuem uma mistura de folhas de diferentes espécies e procedências. Já o seu efeito estimulante se dá pela presença da cafeína, além do tanino de sabor amargo.

Foto por destiawan nur agustra em Pexels.com

O chá vermelho ou Pu-erh

Seu nome vem da região Pu’er de Yunnan, China.  Ele é um chá usual na China, sendo este o maior produtor de chá vermelho do mundo. É caracterizado por ter uma quantidade média de teína, tem mais teína do que o verde, porém, menos do que o preto.

Caracterizado por um sabor terroso e intenso. Ao contrário dos outros chás, o processo de fermentação desta variedade de Camellia Sinensis pode durar de 2 a 60 anos em barris de carvalho. O Chá Pu-erh se transforma em uma espécie de bola compacta (tijolo de chá) que é separado antes da sua preparação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *